segunda-feira, 9 de maio de 2016

O medo anda por dentro do teu coração

"Eu tenho medo de abrir a porta
Que dá pro sertão da minha solidão
Apertar o botão: cidade morta
Placa torta indicando a contramão
Faca de ponta e meu punhal que corta
E o fantasma escondido no porão"

Belchior - "Pequeno Mapa do Tempo"

Nenhum comentário: