sábado, 31 de outubro de 2009

The Language of Light

“Estamos alugando um espaço minúsculo no universo do som e fazendo nosso humilde trabalho de organizar um átomo do fragmento sônico que passaria despercebido por muitas pessoas”.

 

 

 

Keith Jarret – pianista de Jazz (2004)

sábado, 24 de outubro de 2009

Which Way The Wind Blows

Se depois de ouvir essa música você ainda achar que não existe  nada de lindo nesse mundo, realmente você não merece estar aqui!

Anthony Phillips foi o primeiro guitarrista do Genesis, ficando com a banda até 1970. Seu disco “Geese & the Ghost” de 1977 toca o coração pela beleza dos arranjos. E óbvio,  temos a participação de músicos de “prima”, como Phil Collins e Mike Rutherford.

PS: Phillips participou da elaboração de “The Musical Box” do  álbum “Nursery Crime” do Genesis, onde temos a estréia de Phil Collins na Bateria e Steve Hackett na guitarra, já substituindo Phillips.

“Which Way The Wind Blows” – Anthony Phillips

domingo, 18 de outubro de 2009

Barbeiro e Bateria

Demais... curto coisas assim! Figaro...

video
Andrea Vadrucci tocando um pedaço do "Barbeiro de Sevilha"!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dois Maestros do Rock!

Já que John Entwiltle faria 65 anos no dia 09 desse mês resolvi homenagear dois dos maiores e mais influentes baixistas da história do Rock! Um é dono de uma técnica fantástica e velocidade apurada (sem contar, óbvio, o bom gosto); O segundo foi simplesmente o resposável pela maioria dos arranjos musicais de uma “bandinha” chamada Led Zeppelin!

John Entwiltle (1944-2002)– The Who

 

John Paul Jones (1946- ) – Led Zeppelin

Who`s Next?

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Química e Música

Em 1863 John A. R. Newlands propôs uma classificação dos elementos químicos que ficou conhecida como “Lei das Oitavas”. Ao relacionar os elementos como se fossem as 7 notas músicais (do, re, mi, fá, sol, lá e si), Newlands procurava uma periodicidade entre os elementos químicos conhecidos na época. Após o trabalho louvável do russo Dimitri Mendeleev em 1869 e posterior correção do inglês Henry G. L. Moseley em 1913 foi que chegamos à tabela periódica atual.

Imaginem esses caras hoje assistindo o vídeo abaixo!!!

Meet the Elements – “They Might Be Giants”