terça-feira, 31 de maio de 2011

Você sabe que está ouvindo Rock Progressivo demais quando:

1. A palavra "mellotron" provoca uma estranha sensação nas suas partes intímas.
2. Você se refere ao vocalista do Yes como "O Profeta Sagrado Jon Anderson".
3. Você culpa Phil Collins pela saída de Peter Gabriel do Genesis.
4 Você adora os discos "Invisible Touch" (Genesis), "90125" (Yes) e "Love Beach" (Emerson, Lake & Palmer), mas tem vergonha de admitir.
5. Você gosta de "Not Everybody's Gold" do Salem Hill.
6. Você sabe o significado da palavra "firth".
7. Você acredita que o talento de um baterista é mensurável pelo tamanho de seu instrumento.
8. Você considera letras um desperdício de tempo entre solos.
9. Você vai a um show do King Crimson e toma notas.
10. Você não respeita nenhum tecladista que não usa um Hammond B3 verdadeiro.
11. Você prefere Bill Bruford ao Alan White, dizendo que "groove e feeling são superestimados".
12. Você gosta do timbre da guitarra do Steve Howe.
13. A sua fantasia de Menage à Trois envolve você, Keith Emerson e Rick Wakeman.
14. Você não vê nada de engraçado com Robert Fripp e está disposto a sair no braço com quem vê.
15. Os adjetivos "Canterbury", "melódico", "sinfônico" e "neo" anexos à palavra "progressivo" significam apenas "ruim".
16. Você deu aos peixes do seu aquário nomes de membros antigos e atuais do Yes.
17. As letras de "Close to the Edge" (Yes) têm um sentido profundo em sua vida.
18. Você prestou um serviço à comunidade ao bater em alguém que disse "Eu adoro Yes. Owner Of A Lonely Heart era demais!"
19. Você tira um tempo para ouvir "Tales From Topographic Oceans" em sua totalidade.
20. Você ainda adora o Kansas, apesar de deslizes como "Carry On My Wayward Son","Point Of Know Return" e Dust "In The Wind".
21. Você fez e usou a sua própria roupa de palco da turnê "Aqualung" do Jethro Tull.
22. Você gastou anos de terapia tentando esquecer que John Wetton já fez outra coisa além de tocar com o King Crimson.
23. O seu código secreto para sair de um show do Yes é: "Roundabout".
24. Todas as suas bandas favoritas têm nomes de personagens ou lugares de "O Senhor dos Anéis".
25. Você acredita que um baixista não merece respeito se não usar Rickenbacker.
26. Você sabe o que é uma War Guitar.
27. Você chama a maior parte do Rock Progressivo atual de "derivado", mas sonha secretamente com o Yes gravando um "Close to the Edge II".
28. Você acredita que tocar em uma rádio é o sinal de decadência de uma banda.
29. Você considera "Os Reis do Iê-Iê-Iê" uma besteira para pessoas presas ao passado, mas já assitiu "The Musical Box" seis vezes.
30. Você gasta mais tempo e energia tentando fazer a sua mullher se animar com Rock Progressivo do que a animando efetivamente.
31. Você já dançou ouvindo "Tom Sawyer" (Rush).
32. Você não está disposto a considerar LED ZEPPELIN uma banda de Rock Progressivo.
33. Quando você vê um amigo seu achando um disco do Styx na sua coleção, você rapidamente diz "apenas um descuido juvenil".
34. Você sai de um show do Emerson, Lake & Palmer resmugando "vendidos!", porque eles só tocaram a primeira parte de "Karn Evil 9".
35. Você acha que o disco "Union", do Yes, deveria se chamar "Onion" (cebola) - ele fede!
36. Você é homem, escolado, groupie e assexuado.
37. Você ligou para uma rádio e xingou todo mundo por terem tocado a versão editada de "Thick As A Brick", do Jethro Tull.
38. Você sabe quem é Annie Haslam.
39. Você sabe de cor a letra de alguma música do Gentle Giant.
40. Você insiste em ter um tapete persa no palco.
41. Você sabe o que são pedais Taurus.
42. Você ouve o barulho de um acidente de carro e diz "Isso é derivado de {coloque o nome da banda aqui}".
43. A sua coleção de CDs é separada por ordem das notas que cada músico tocou.
44. Você gasta rios de dinheiro para conhecer o som de uma banda, mas acaba descobrindo que só vai conseguir algum CD deles na base de troca.
45. Você sabe que "House Of The King" foi feita pelo Focus e não pelo Jethro Tull.
46. Você sabe a diferença entre Jurgen Fritz e Keith Emerson.
47. Você condena o som da música techno, porque nenhum som feito por computador pode ser considerado música, mas compara às escondidas o estilo dos sons de [coloque o nome de qualquer sucesso aqui] com o de [coloque o nome de algum tecladista aqui] tocando em [coloque o nome de um clássico do Rock Progressivo aqui].
48. Além do mais, você secretamente deseja que contratem Steven Rothery para dar uma "apimentada" no som.
49. Você considera todo e qualquer estilo de música como um derivado do Rock Progressivo, que é a única forma verdadeira de música.
50. Você já fez uma aposta sobre o tempo de duração de "A Change Of Seasons" (Dream Theater) contra "Grendel" (Marillion).
51. Você concorda com os motivos que levam Fish e/ou Marillion a não tocarem mais "Grendel".
52. Você tentou escutar toda a sua coleção (e as dos seus amigos) de discos de Rock Progressivo lendo "O Retorno do Rei" e chegou à conclusão que, já que todos combinaram, Tolkien era fã de Rock Progressivo também.
53. A "turnê mundial" da sua banda favorita consiste em três apresentações pela costa oeste - um show acústico em uma livraria, um show de aquecimento pré-festival em uma noite de sexta ao lado de outras seis bandas, e um show grátis na loja de aluguel de ternos do seu tio.
54. Você acredita que a era de ouro do Rock Progressivo vai ser ressuscitada através do Chapman Stick.
55. Você adora o King Crimson... mas queria que Greg Lake, Gordon Haskell, John Wetton e Adrian Belew mantivessem o bico fechado.
56. Você acredita que tocar teclado sem estar usando uma capa é uma desonra em relação ao instrumento e ao Rock Progressivo em si.
57. Você pode tranquilamente sentar em uma sala ao lados de outros fãs de Rock Progressivo e levar uma conversa inteligente sobre bandas como Renaissance e Illusion... mas o que você queria mesmo é que eles fossem embora para ouvir o seu vinil de "Hero and Heroine" do The Strawbs.
58. Você é capaz de recitar qualquer uma das histórias que Peter Gabriel contava entre uma música e outra nos shows do Genesis, tanto em inglês quanto em francês.
59. Você dá dinheiro para a sua esposa e filhos para saírem no final de semana para que você possa organizar o seu próprio festival caseiro de Rock Progressivo, com todos os discos ao vivo que você tem - por volta de uns 65-75. Dá direito até a "Framptons Comes Alive", a suposta entidade não-Progressiva.
60. Você acredita que Rael era uma pessoa real e procura sua biografia na Internet.
61. Você chora quando seus filhos chama a sua coleção de CDs de chata e pedem se não tem nada do Nirvana.
62. Seus olhos se enchem de lágrimas quando vê um filho seu cantando junto com um de seus discos de Rock Progressivo.
63. A primeira coisa que você verifica na procura de uma boa escola para seus filhos é se possuem aulas em Kobaian.
64. Você não fala mais com a sua esposa desde que ela se recusou a batizar as crianças de Dweezil e Moon Unit.
65. O seu chefe tem perguntando o porque de uma letra "K" maiúscula antes de algum "c" nos seus relatórios e memorandos.
66. Suas filhas se chamam Galadriel e Nico.
67. Você levou seu filho para comprar pratos para a bateria dele, porque ela estava pequena demais, com menos de uma dúzia.
68. Você mede o valor de uma música com o número de variações de compassos nela.
69. Você compra um disco com capa feita por Roger Dean independente da música contida nele.
70. Você prefere o som original de "Fragile" do Yes no vinil do que a remasterização em CD.
71. Você comprou duas cópias da edição especial da coletânea "Bridge Across Forever". Uma para guardar lacrada e outra que você usou para fazer cópias para tocar no carro, no escritório e, por medidas de segurança, no carro da esposa. Depois, ambos foram guardados em algum lugar bem afastado.
72. Mesmo que você não ouça Rock Cristão, você tem todos os discos solo do Neal Morse.
73. Você tem o catálogo inteiro da Magna Carta.
74. Você fez uma remoção à laser de tatuagem quando John Petrucci partiu para Ernie Ball.
75. A sua lista de presentes de Natal é feita com a ajuda do site Inside Out.
76. Você pode discutir sobre como James Labrie tem ficado melhor ao vivo.
77. Mesmo não manjando nada sobre técnicas de bateria, você tem Liquid Drum Theater e Progressive Drum Concepts.
78. O dia 20 de Abril é histórico para você.
79. Para você, a letra X no fim do nome de uma banda significa que ela é Progressiva.
80. Você não respeita um baixista que não toca mais do que quatro cordas.
81. Você parou de ouvir PINK FLOYD quando começou a ouvir uma banda de nome estranho que vem da Indonésia.
82. Você não considera música qualquer passagem improvisada que uma banda faz ao vivo.
83. Você fez uma lista dos 10 melhores discos conceituais.
84. Você considera qualquer pessoa que faça uma lista assim como "Anti-Rock Progressivo". E diz para essa pessoa ir ouvir Mushroomhead.
85. Você pediu que "Time Stand Still" do RUSH fosse o tema da sua formatura.
86. Tocou "June" ou "Surrounded" no seu casamento.
87. Você verificou se "A Change Of Seasons" do DREAM THEATER sincroniza com "A Sociedade dos Poetas Mortos", como Pink Floyd com o Mágico de Oz.
88. Você considera o Blue Man Group um grupo de Rock Progressivo porque eles usam um Chapman Stick.
89. Você admite que uma banda é boa, mas diz que é ruim porque você é fiel ao Rock Progressivo, e se não é Prog, não é bom.
90. Você assiste a gravações de shows do Genesis no auge e não vê nada de estranho em ver Peter Gabriel vestido de flor.
91. "The Dark Side Of The Moon" não é Progressivo o bastante para você.
92. Ninguém entende porque você fica rindo das vozes no Uncle Meat do Frank Zappa.
93. Suas visitas sempre perdem a hora quando você coloca alguma música: "Nossa, já é tudo isso? Mas é a mesma música que você colocou desde quando eu cheguei!".
94. O paradeiro atual dos integrantes da sua banda favorita é desconhecido.
95. Você mandou cartas para todas as emissoras de TV possíveis dando a idéia de fazer um desenho animado sobre as histórias do Gong.
96. Você acreditou quando alguém disse que era um membro dos The Residents.
97. Fica do lado de vagas especiais para deficientes fisícios na esperança de ver Robert Wyatt.
98. Conta quantas notas seu músico favorito é capaz de tocar por segundo.
99. "Revolution 9" é a única coisa dos BEATLES que você gosta.
100. Você fez questão de se tornar um virtuoso em um instrumento usado apenas para produzir algum efeito sonoro eventual em uma determinada música.
101. Ninguém deixa você escolher as músicas para uma festa.
102. Você usa o Metal Progressivo para conveter seus amigos HeadBangers para o Rock Progressivo.
103. Os anos 80 foram difíceis para você.
104. Tarja, Simone Simmons, Liv Kristine e todas as vocalistas de canto lírico do Heavy Metal atual são meras cópias de Annie Haslam e Sonja Kristina para você.

PS: Se você se identificou em muitas situações acima, bem vindo ao clube dos viciados em prog :-)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

domingo, 29 de maio de 2011

Que Cérebro!!!

Uma pérola!!!! Brand-X na formação clássica! O vídeo está ruim, mas dá para ouvir e receber um pouco da energia deste grande grupo de Fusion. De quebra agora tem uma entrevista com Phil Collins! :-)

Formação clássica:

-Phil Collins (bateria e vocal) (Genesis, solo)

-John Goodsall (guitarra) (Atomic Rooster, Peter Gabriel, Bryan Adams)

-Percy Jones (baixo) (Soft Machine, Steve Hackett)

-Robin Lumley (teclados) (David Bowie)

Brand X – “And So To F….”

sábado, 28 de maio de 2011

Bob van Luijt

Um Clássico de Pet Metheny! Mandou bem!

Bob van Luijt – “Bright Size Life”

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Amém!

Baseado no Salmo 40. Encerrava o álbum ao vivo “Under a Blood Red Sky”, o primeiro que ouvi da banda.

U2 – “40” ao vivo

Enola Gay

“A pomba branca rompeu de manhã

e desenhou um mergulho

brusco

nas fotografias amarelas de Hiroshima”

José Rocha

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Do do do you want to dance with meeeeee?

Uma obra de arte feita em 7/8.

Genesis – “Dance on a Volcano” ao vivo

O Pequeno Príncipe e a Raposa

“A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos, Se tu queres um amigo, cativa-me!”

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Homenageando Marie Curie

logoaiq2

Quem me conhece sabe o que eu penso sobre…

… e se você ja teve ou tem uma banda sabe que isso realmente acontece! Até no show do Black Sabbath é capaz de alguém gritar: Toca Rauuuuuul.

E aí dá vontade de começar: “O Raul perguntou, você não acertou. Pegue o seu banquinho e saia de mansinho”!

Dedico este post a meus amigos do Plano B! :-P

Pedra Letícia – “Eu não toco Raul”

terça-feira, 24 de maio de 2011

Se o fim do mundo for assim, está ótimo!

Linda! Um dos momentos mais mágicos do show.

Asia – “End of the World”

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Set-list–Asia (22/05/2011)–HSBC Arena

tn

Steve Biko (1946-1977)

Em 1977 o ativista sulafricano Steve Biko  foi preso, levado sob custódia, acorrentado às grades de uma janela da penitenciária durante um dia inteiro, além de sofrer grave traumatismo craniano. Em 11 de Setembro (!) do mesmo ano durante transferência de prisão, Biko morreu durante o trajeto e a polícia alegou que a morte se devera a "prolongada greve de fome empreendida pelo prisioneiro". Essa é a temática da letra composta e cantada por PG. Pode ser uma música “batida”, pois tocou muito nas rádios (sim, já tivemos coisas boas nas rádios do nosso país!), mas me emociona até hoje.
Engraçado, das torres gêmeas todos lembram né? E de Biko? Você conhecia?  Apenas a título de curiosidade:
- Mortos durante o ataque as torres gêmeas: 2.996
- Mortos durante o regime Apartheid (1948 a 1993) apenas em 1976 em Soweto: mais de 10.000!
Se você fugiu das aulas de História, ou não se lembra, saiba que o Apartheid foi uma política de segregação institucional que vigorou de 1948 a 1993 na África do Sul. O regime foi institucionalizado pelo Partido Nacionalista Africano e aplicava leis claramente hostis à população negra. Até 1986, os negros tinham seu direito de ir e vir cerceado. Era-lhes proibido circular em determinadas áreas da cidade, por isso era necessário portar consigo uma espécie de passaporte, que lhe dava o direito de estar em determinado local por um período de tempo. Para se ter idéia do absurdo, havia escadas para brancos e escadas para negros!

Resultado de imagem para escada brancos e negros apartheid

Peter Gabriel – “Biko” ao vivo em 1986

domingo, 22 de maio de 2011

Show do Asia–Hoje

Um monte de marmanjo com os olhos mareados, dentre eles, nós!

2011-05-22_22-14-46_1092011-05-22_19-06-16_612011-05-22_22-17-06_1472011-05-22_21-37-36_6522011-05-22_20-25-22_892011-05-22_21-32-17_247

SUBLIME!

Lembro de chegar assoviando esta música no laboratório da antiga Escola Logos, e o técnico dizer: “Isto é um Clássico!”. Foi o começo de uma grande amizade! Isto foi há exatos 11 anos. Meu primeiro disco do Weather Report foi uma coletânia do Free Jazz Festival. Sabe o que fiz? Dei ela para um casal de amigos e sai comprando toda  a discografia dos caras. :-P

Weather Report – “Birdland” – ao vivo

É tão misterioso, o país das lágrimas!

"Não soube compreender coisa alguma! Devia tê-la julgado pelos atos, não pelas palavras. Ela me perfumava, me iluminava ... Não devia jamais ter fugido. Deveria ter-lhe adivinhado a ternura sob os seus pobres ardis. São tão contraditórias as flores ! Mas eu era jovem demais para saber amar."

sábado, 21 de maio de 2011

Homem Sn

So please, believe in me… Image going down, down, down, down…

America – “Tin Man” ao vivo

Bin Laden no Mar Morto!

É tudo uma questão do local da vírgula :-)

binladenmarmorto

Captain Beyond

Quando o primeiro vocalista do Deep Purple (Rod Evan) deixou a banda, ele formou o Captain Beyond. A banda tem apenas 3 discos de estúdio, sendo que o primeiro traz o melhor do Hard Rock! Sente só…

Captain Beyond – “Dancing Madly Backwards (On a Sea of Air), Armworth, e Myopic Void” – as três primeiras do álbum

Pequeno Príncipe

“E depois, talvez com um pouco de melancolia, acrescentou ainda:
- Quando a gente anda sempre para frente, não pode mesmo ir longe ...”

“- Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla. Ele pensa: "Minha flor está lá, nalgum lugar. . . " Mas se o carneiro come a flor, é para ele, bruscamente, como se todas as estrelas se apagassem! E isto não tem importância!””

sexta-feira, 20 de maio de 2011

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Fala a verdade? Lecionar para uma turma assim dá gosto!

Funk da Química Orgânica

Amo essa galerinha!

Metil Matou Um Cara!

São Pauling, Ponte de Hidrogênio, noite de 15 de novembro. Um elemento está prestes a ter uma reação precipitada.

Policial: Atenção Metil, você está cercado! Seus dias de Radical Livre acabaram! - Fótons são tiradas pela imprensa

Repórter: Estamos aqui onde um Radical Livre ameaça decair da Ponte de Hidrogênio. De acordo com as autoridades, Metil Matou um Cara!

Policial: Metil, você é culpado por causar envelhecimento precoce, enfisemas, e até câncer! Entregue-se, você precisa ir pra CADEIA!

Metil: NUNCA! Sou um radical LIVRE! E se alguém se aproximar, eu vou REAGIR! Policial: Cuidado, rapazes, ele tem o número ímpar de elétrons.

Psicóloga: Ele é instável assim porque teve uma infância isenta de antioxidantes. Policial, deixe que eu vá conversar com ele.

Policial: Ok, mas tome cuidado! Se chegar muito perto ele pode te roubar elétrons. Psicóloga: Não se preocupe, farei uma ligação.

Psicóloga: Metil, desça daí! Sempre há uma solução! Metil: Não sou mais parte da solução, em breve serei um precipitado.

Psicóloga: Vim para neutralizar essa situação. Conte-me o que houve. Metil: Bem... Tudo começou há um tempo atrás, na ilha do Mol.

Metil: Encontrei AMINA PERFEITA na balada e fui xavecá-la. Afinal, precipitado que sou, decantada eu entendo.

Metil: “Aê, Amina! Se beleza desse cadeia, você seria uma aromática, sua cheirosa!” Ela riu potássios! “KKKK”...

Senti que estava rolando uma química entre nós. Tinhamos uma ligação muito forte, sabe? Seu nome era Kátion, era uma garota muito positiva.

Mas com o tempo a relação foi ficando saturada. Eu dizia: “O amor é fogo que arde sem se ver”. Ela respondia: O nome disso é METANOL!

“Metanol?” – disse eu. Foi então que descobri que Kátion era uma DEPENDENTE QUÍMICA. Fui trocado por um ÁLCOOL!

Amina pisou no meu S2 com sua Butinona. Minha vida amorosa seguia o Princípio da Incerteza. Era como viver uma meia-vida!

Fiquei tão negativo que nem as piadas do ácido crômico me alegravam mais. Sentia-me mais solitário do que o hidrogênio, que nem família tem!

Minha instabilidade gerou um câncer e causou uma morte. Por este crime, passei a ser perseguido como se fosse o “Amoníaco do Parque”.

Fui preso e o delegado me disse que tinha direito a 1 Ligação. Quis ligar pro meu AVOGADRO, mas o nº era muito grande, nunca decorei…

Eram muitos os elementos estranhos naquela cadeia isomérica. Todos CIS-mados e TRANS-tornados comigo.

Minha cela estava cheia de elementos TRANS. Fiquei me perguntando se aquela seria uma cadeia HOMOcíclica…

Recebi vários Alcenos e, ao ouvir Alcino de recolher, pensei: Vou entrar pelo Alcano!

Devem ter me confundido com o Grafite, pois estavam botando pressão pra me fazer di-amante.

Já na cela ao lado ficavam o Mercúrio, o Césio 137 e o Ácido Sulfúrico. Denominavam-se “os intocáveis”. Muito perigosos.

Alguns elementos acabavam Pirano e indo parar na ala psiquiátrica. Como o Detergente, aquele bipolar. Que  rapaz mais tensoativo!

Era uma cadeia fechada de segurança máxima. Os muros eram cheios de spin e cerca-elétron.

Às vezes, no silício da noite, Lia na Kama Robson Crusoé em Francês pra tentar me manter mais Eletropositivo.

Capítulo 27 (131 caracteres)

Meu amigo Frâncio era o mais bem informado pq vivia do lado do Rádio – “Ei Metil, sabia que Bela Magrela Casou com Sr Barão Ratão?”

Capítulo 28 (108 caracteres)

De vez em quando ligávamos o Rádio pra ouvir Carbono Vox ou KCl - "Quem sabe eu ainda sou uma molequinha..."

Capítulo 29 (140 caracteres)

Sentia saudade de tudo! Do bilhar com meu amigo Dalton. Do pudim de passas da padaria do Thompson. Até das visitas ao Planetário Rutherford.

Capítulo 30 (104 caracteres)

Então resolvi que iria fugir! – Psicóloga: como fez? Pagou Propino? – Metil: Não, quebrei aquela cadeia!

Capítulo 31 (139 caracteres)

Em uma rebelião, consegui a energia de ativação necessária. A chapa calefou! Eu e meu inflamável amigo C4H10 butano fogo em tudo e fugimos.

Capítulo 32 (136 caracteres)

Mas não sou nobre como aqueles gases. Vivo sem um Níquel! Até meu ex-camarada Urânio, que enriqueceu na Coreia, virou as costas pra mim.

Capítulo 33 (113 caracteres)

Como viu, minha vida sempre foi um Cobre! Eu só me Ferro! - Psicologa: Calma, Metil, Metalize energias positivas.

Capítulo 34 (113 caracteres)

Metil: Chega! Estou super-saturado dessa vida. - Psicóloga: Ora, vamos! Seja covalente e enfren..... NÃÃÃÃÃOOO!!!

Capítulo 35 (110 caracteres)

“IIIIIIIUUUUUUUPAC!!” Repórter: Que barulho foi esse? - Psicóloga: Ele pulou! - Policial: Esse não reage mais…

Capítulo 36 (109 caracteres)

6 padres Carbonos e 6 freiras Hidrogênios se aproximam. Repórter: O que vcs estão fazendo? - Padres: Benzeno.

Capítulo 37 (99 caracteres)

Padres: Vamos usar H2O-ly. - Repórter: O q é isso? - Freiras: Água Benta. - Psicóloga: Ei, esperem!

Capítulo 38 (140 caracteres)

Vejam, há um bilhete no bolso dele!!! “Kátion, eu te A(6,02x10²³), meu Sulfeto (S2) é seu. Sulfato de Berílo (BeSO4), Metil”. Qui-Mico! --- FIM

segunda-feira, 16 de maio de 2011

E então…

… eu era um garoto que participava de um grupo de jovens, quando um amigo fez um encontro na casa dele, pegou um disco e falou: “Ouça isso Edson, rock com violino!”

Kansas – “Point of Know Return” ao vivo em 1996

domingo, 15 de maio de 2011

FUNKADELIC na veia!

Esse disco é maravilhoso! FUNK, FUNK… A voz grave cantando “I wanna know” é demais!

PS: Obrigado ao meu Papai do Céu, e ao meu papai que está no céu!

Funkadelic – “Can You Get To That”

sábado, 14 de maio de 2011

Qual será a verdade?

Esta música tem uma temática interessante: A atração de um jovem por uma prostituta mais velha. Vale a pena conferir a interpretação de Collins e o clima sombrio da cancão! Muita gente acredita que na realidade, a canção fala do aborto: uma criança dentro da barriga da mãe pedindo para não ser abortada. Bom, a letra sugere ambas as interpretações.

Acho essa música uma das mais difíceis para se cantar. Aqui Collins demostra todo seu potencial e técnica vocal. Só de pensar em cantar isso já fico rouco! O Angra fez um cover desta música.

Estou feliz, e felicidade combina com Genesis…

Genesis – “Mama”

Muito bonita!

Repare no arranjo, a linha de baixo, o violão de fundo, as cordas… trabalho muito bom para a época! Dificil achar algo nacional hoje com essa qualidade. Se você tem algum preconceito, é melhor rever seus conceitos.

Roberto Carlos – “Sonho Lindo”

Esses dias consegui ouvir novamente esta raridade!

E agora com Bônus. O vinil lançado no Brasil só tinha 5 faixas. A formação, além do chefão Steve Harris e da dupla de guitarristas Adriam Smith e Dave Murray, contava com Paul Di`Anno nos vocais e Clive Burr na bateria. O disco foi lançado em Agosto de 1981. A Eddie estava magrinha, não é mesmo?

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Se eu ganhasse um centavo por cada vez que ouvi essa música estaria rico!

Poxa, não me conformo que não exista uma gravação em vídeo de boa qualidade da turnê do The Lamb…  que saco! Cinema Show é um “colírio para a alma”!

Tentar tocar essa música é algo ao mesmo tempo impossível, desafiador e indescritivelmente mágico! Muitos detalhes, técnica e feeling a serviço do bom gosto comandado por Gabriel e Cia. Já tive o prazer de tentar essa façanha com uma banda.

Hoje meu anjo me deixou muito feliz! Felicidade combina com boa música! Então, vamos lá…

Genesis – “Cinema Show”

Seu abraço faz tudo valer a pena! TUDO!

IMG0006A

terça-feira, 10 de maio de 2011

… e a Volta! Eu só sei… ADEUS!

Se ter fé for a saída, quem sempre teve foi embora de vez!

Plebe Rude – “A Ida”

Ei você! Parte 2

Bom, no ensino médio meus amigos de sala me chamavam de Pink Floyd, então  não preciso dizer mais nada. Tocamos essa música no último show da Banda Larga.

Pink Floyd – “Hey You”

domingo, 8 de maio de 2011

Ei Você! Parte 1

Outro Clássico do BTO. Fala a verdade, o negócio é bom!

Bachman-Turner Overdrive – “Hey You”

Mensagem do Presidente da Sociedade Brasileira de Química sobre o dia de hoje.

Embora reavivado no mundo ocidental no início do Séc. 20, sabe-se da existência de um dia dedicado às mães já na cultura greco-romana, em homenagem às mães dos Deuses.
Que sentimento é esse que une mães e filhos? Quanto de carga biológica e cultural haverá nessa união? Muitos estudos ainda serão necessários para prover cientificamente uma resposta.
Contudo, parece indiscutível que um sentimento novo desperta na mulher que, em condições normais, sente desabrochar em si uma nova vida. Na mãe, o bebê dispara a neuroquímica do amor. A oxitocina, por exemplo, que atinge níveis elevados durante o parto, parece ser uma autêntica bomba de emoções positivas que une mães e filhos, nesse momento, mas sentimento que se estende ao longo da vida.
Certamente, há, também, muitos componentes culturais, ambientais e sociais que afetam essa relação humana, tornando-a diferenciada, mais ou menos intensa, mas nunca despercebida. E, nesse contexto, surgem, não com menor importância, as "mães do coração" que, mesmo sem o lastro biológico, desenvolvem um amor incondicional pelos filhos escolhidos.
Por todas essas razões e pela importante influência educacional que o amor materno exerce sobre seus filhos, elas assumem um papel de destaque na sociedade, fazendo-as merecedoras de especial reconhecimento e homenagens.
Externamos aqui nossos cumprimentos e agradecimentos a todas as mães, mas em especial, às queridas mães associadas à SBQ.
Parabéns!
                                                                               César Zucco

Felicidades para todas vocês, mamães.

sábado, 7 de maio de 2011

Para você! Saudades :,-(

Acredite, você faz muita falta! Bom, sua velinha tá acesa. Assopre de onde estiver.

Peter Gabriel – “Father, Son” – ao vivo

Quem lembra?

Pirava nesse Pirata! E a abertura brasileria tinha uma versão “Jazzistica” do original japonês!

Pirata do Espaço – Abertura

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Ao vivo não tem pra ninguém.

Mike Rutherford faz uns riffs simples mas poderosos!

Genesis – “Abacab” ao vivo

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Vamos dar AREA

AREA! O vocalista desta banda, Demetrio Stratos, morto em 1979, era dono de uma grande técnica vocal. Inclusive a música “Maestro della Voce” foi uma homenagem do PFM a este grande músico. Mais progressivo italiano para você aqui no GYPF!

Area – “Gioia e Rivoluzione”

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Uma sinfonia do horror!

Esse para mim é o FILME! Lembro de conversar sobre ele com uma falecida amiga professora da UFF, especialista em história do cinema! Algumas coisas realmente não tem explicação.

Nosferatu - 1922

terça-feira, 3 de maio de 2011

BTO

Adoro rock`n roll com groove. E o vocal é muito legal!
“b.b.b.baby you just aint seenn.nothin yet” :-P

Bachman-Turner Overdrive – “Ain`t Seen Nothing Yet”

Triste, mas é a pura realidade.

domingo, 1 de maio de 2011