segunda-feira, 29 de outubro de 2012

sábado, 27 de outubro de 2012

Um dos momentos mais belos de nossa música

Beto Guedes – “Canção do Novo Mundo”

Quem sonhou
Só vale se já sonhou demais
Vertente de muitas gerações
Gravado em nossos corações
Um nome se escreve fundo
As canções em nossa memória
Vão ficar
Profundas raízes vão crescer
A luz das pessoas
Me faz crer
E eu sinto que vamos juntos
Oh! Nem o tempo amigo
Nem a força bruta
Pode um sonho apagar
Quem perdeu o trem da história por querer
Saiu do juízo sem saber
Foi mais um covarde a se esconder
Diante de um novo mundo
Quem souber dizer a exata explicação
Me diz como pode acontecer
Um simples canalha mata um rei
Em menos de um segundo
Oh! Minha estrela amiga
Porque você não fez a bala parar
Oh! Nem o tempo amigo
Nem a força bruta
Pode um sonho apagar
Quem perdeu o trem da história por querer
Saiu do juízo sem saber
Foi mais um covarde a se esconder
Diante de um novo mundo




sexta-feira, 26 de outubro de 2012

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Depois de uma ótima nota, de uma bela apresentação em Literários II, e de uma aula superadequada de Clássicos II…

… percebi o quanto eu estava precisando dessa PAZ! Gracias a la vida! E a semana ainda não acabou…

O cara que começou tudo

Chegar em casa ao som de Wes Montgomery é indescritível. Essa composição de Ray  Evans, Jay Livingston e Henry Mancini ficou perfeita nas mãos do pai da guitarra Jazz.

Wes Montgomery – “Dreamsville”

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Linda letra: Fazia anos que eu não ouvia isso.

Closer to you

How soft a whisper can get
When you're walking through a crowded space
I hear every word that you said
I remember that everyday
I get a little bit closer to you, to you
How long an hour can take
When you're staring into open space
When I feel I'm slipping further away
I remember that everyday
I get a little bit closer to you, to you
These are the days that I won't get back
Won't hear you cry or hear you laugh
When it's quiet I don't hear a thing
I can always hear you breathe
You know there's nowhere else that I've wanted to be
But be there when you need me
I'm sorry too but don't give up on me
And just remember that when you went to sleep
I got a little bit closer to you, closer to you, closer to you
Oh, closer, closer to you
Little bit closer, closer to you
I got closer to you

Cassandra Wilson – “Closer To You”

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Na voz da Elis, e com o Cello fazendo uma cama fantástica, é de arrepiar

Modinha

Não

Não pode mais meu coração
Viver assim dilacerado
Escravizado a uma ilusão
Que é só desilusão

Ah, não seja a vida sempre assim
Como um luar desesperado
A derramar melancolia em mim
Poesia em mim

Vai, triste canção, sai do meu peito
E semeia a emoção
Que chora dentro do meu coração
Coração

Tom Jobim

Me lembra o ano de 2004… mudanças :-D

Spooky Tooth – “The Mirror”

domingo, 21 de outubro de 2012

Em homenagem aos 40 anos do disco Clube Da Esquina…

… o Som Imaginário fez um show com a participação de ninguém mais ninguém menos do que Lô Borges. Valeu a pena atravessar São Paulo no domingão para curtir uma das bandas mais importantes da música brasileira. Quer saber a formação: Wagner Tiso (piano), Tavito (violão), Luiz Alves (baixo), Robertinho Silva (bateria) e Nivaldo Ornelas (sax e flauta).

“Eu sou da América do Sul
Eu sei, vocês não vão saber
Mas agora sou cowboy
Sou do ouro, eu sou vocês
Sou do mundo, sou Minas Gerais”

  Clube da Esquina

Da esquerda para a direita: Wagner Tiso, Luiz Alves, Nivaldo Ornelas, Robertinho Silva e Tavito

Som Imaginario

Xote Bandeiroso

Ai! Meu Deus!
Essa máquina aperreia
(que aperriação)
Passo o tempo
trabalhando,
em completa agonia
Em total escravidão
Mas eu já nem penso mais
em voltar pro meu sertão
(nhanhanhão,
em voltar pro meu sertão)
Quando eu vim
lá do Nordeste,
eu era cabra da peste
Patola e folgazão
Trabalhando noite e dia,
nem sabia que existia
O índice da produção
Os ome lá da indústria,
era cheio de astúcia
e de muita ilustração
O patrão apoquentava
e quanto mais eu trabalhava
Menos eu tinha razão
Eles vinha e dizia:
Severino, seu destino
é ser orgulho da Nação
Se mostrar para o Brasil,
inté na televisão
Hora extra, mais apreço,
tudo isso a baixo preço,
era a competição
E entonce eu fui eleito
o Operário Padrão
(nhanhanhão,
o Operário Padrão)
Ai! Meu Deus!
O mundo dá tantas volta
(velho mundão)
Na conversa com os amigo,
eu fui vendo os perigo
Recebendo informação
E hoje eu nem
quero lembrar
dos tempo de servidão
(nhanhanhão,
dos tempos de servidão)
Minha vida de pelego
se mudou c'o desemprego
c'os tempos de recessão
A fome foi apertando
e em cada emprego que arrumava
mudei minha posição
Da imprensa
perdi o medo,
na prensa perdi o dedo,
fui ganhando instrução
Sempre bom cabra-da-peste,
botei medo na Fiesp
firme na negociação
Eles ainda me dizem:
Severino
bom menino, deixa de
subversão
Tu acaba na cadeia,
teu lugar é no formão
Mas eu tenho confiança
que esse Brasil-criança um
dia vai ver
Cada um se eleger
o Operário Patrão
(nhanhanhão,
o Operário Patrão)
O Operário Patrão

Língua de Trapo

sábado, 20 de outubro de 2012

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Já que o Pink Floyd nunca foi fã de medleys…

… o Shadow Gallery fez uma homenagem muito emocionante para a banda. Hoje ao ir para a USP fiquei maravilhado em como os caras conseguiram escolher músicas tão significativas (pelo menos para um grande fã do Floyd, como eu) e juntá-las  com tamanha elegância. Quem me viu no carro possivelmente achou que eu estava surtando de tanto que cantei, disse palavrões e me diverti ouvindo isso.

Shadow  Gallery – “Floydian Memories”

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Nossa… só para deixar a quarta-feira um pouco mais relax

Um trio só de feras. Kiko Freitas, Nico Assumpção e Nelson Faria mostram o que nós, brasileiros, somos capazes de fazer. Um Jazz, que não deixa a desejar, com aquela pitada tupiniquim. Valeu pela dica, Eduardo!

Nosso Trio – “Paca, Tatu, Cotia Não”

Tolstoi

“Quanto mais eu me apaixonava, mais incorpórea ela se tornava para mim. Vocês agora olham os pés, os tornozelos e mais alguma coisa, desnudam as mulheres pelas quais se apaixonam; para mim, porém, como dizia Alphonse Karr - bom escritor - “o objeto do meu amor esteve sempre vestido de bronze“.“

Simplicidade, precisão e beleza. Lembra?

Joe Pass – “Dissonance No. 1”

terça-feira, 16 de outubro de 2012

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

sábado, 13 de outubro de 2012

Enquanto faço meu trabalho…

… essa música toca no Ipod e me traz lembranças boas. Bowie, assim com Peter Gabriel, consegue ter uma discografia impecável. Essa música é muito bela.

David Bowie – “Word on a Wing”

Esse Neo-Prog Picou

Engraçado o visual “new age” da banda, principalmente o cabelo de Peter Nicholls.

“Garden over me, the secret I love most
God and man agree to giving up the ghost
High above the moon, the sun has left the sky
I would love to know if you're the reason why”

 

IQ – “Widow`s Peak” ao vivo em 1985

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Solon

Sabe o que me irrita?

Quando o meu CD do Genesis fica pulando, principalmente quando esse Cd é uma raridade, com Peter Gabriel nos vocais, ao vivo, e ainda na faixa final que fecha a “ópera-rock”  The Lamb Lies Down on Broadway. Puxa, isso não pode acontecer a um ser humano!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Estou cansado, mas não podia deixar passar em branco: Amo essa música!

Clube da Esquina No. 2

Porque se chamava moço
Também se chamava estrada
Viagem de ventania
Nem lembra se olhou pra trás
Ao primeiro passo, aço, aço....

Porque se chamava homem
Também se chamavam sonhos
E sonhos não envelhecem
Em meio a tantos gases
lacrimogênios
Ficam calmos, calmos, calmos

E lá se vai mais um dia

E basta contar compasso
e basta contar consigo
Que a chama não tem pavio
De tudo se faz canção
E o coração
Na curva de um rio, rio...

E lá se vai mais um dia

E o Rio de asfalto e gente
Entorna pelas ladeiras
Entope o meio fio
Esquina mais de um milhão
Quero ver então a gente,
gente, gente...

Lô Borges

domingo, 7 de outubro de 2012

The Lamia

The scent grows richer, he knows he must be near,
He finds a long passageway lit by chandelier.
Each step he takes, the perfumes change
From familiar fragrance to flavours strange.
A magnificent chamber meets his eye.

Inside, a long rose-water pool is shrouded by fine mist.
Stepping in the moist silence, with a warm breeze hes gently kissed.

Thinking he is quite alone,
He enters the room, as if it were his own,
But ripples on the sweet pink water
Reveal some company unthought of.

Rael stands astonished doubting his sight,
Struck by beauty, gripped in fright.
Three vermilion snakes of female face,
The smallest motion, filled with grace.
Muted melodies fill the echoing hall,
But there is no sign of warning in the sirens call:
Rael welcome, we are the Lamia of the pool.
We have been waiting for our waters to bring you cool.

Putting fear beside him, he trusts in beauty blind,
He slips into the nectar, leaving his shredded clothes behind.
With their tongues, they test, taste and judge all that is mine.
They move in a series of caresses
That glide up and down my spine.

As they nibble the fruit of my flesh, I feel no pain,
Only a magic that a name would stain.
With the first drop of my blood in their veins
Their faces are convulsed in mortal pains.
The fairest cries, We all have loved you Rael.

Each empty snakelike body floats,
Silent sorrow in empty boats.
A sickly sourness fills the room,
The bitter harvest of a dying bloom.
Looking for motion I know I will not find,
I stroke the curls now turning pale, in which Id lain entwined
O Lamia, your flesh that remains I will take as my food
It is the scent of garlic that lingers on my choclate fingers.

Looking behind me, the water turns icy blue,
The lights are dimmed and once again the stage is set for you.

Genesis

sábado, 6 de outubro de 2012

II Semana da Química

Um grande parabéns para meus alunos do ITB que fizeram uma Semana da Química muito bonita e inteligente. Torço por todos, sempre!

ii semana da quimica 2012

Genesis é… Genesis! Ótimo Final de Semana :-)

“I sold them my heart

I sold them my soul

I gave everything I had

Ah, but they couldn't break my spirit

my dignity fought back”

Genesis – “Driving The Last Spike” ao vivo

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Highway 61 Revisited

“Now when all the bandits that you turned your other cheek to
All lay down their bandanas and complain
And you want somebody you don't have to speak to”


Bob Dylan – “Queen Jane Approximately”

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

It's getting better all the time

 

“I've got to admit it's getting better (Better)

A little better all the time (It can't get more worse)

I have to admit it's getting better (Better)

It's getting better since you've been mine”

 

The Beatles - “Getting Better”

Sorriso de Verão

Nunca deixe de sorrir
Esse seu sorriso lindo
Que vontade de te ouvir
Cantar essa canção comigo
Que eu fiz pra ti num dia de verão

Nunca esqueça o meu olhar
Te penetrando com vontade de te amar
Não esqueça o que eu falei naquela noite
Que a infancia eu voltei,
Voltei só pra brincar contigo
Pra ficar de amigo para amigo

Olhar pro céu me faz lembrar
O meigo azul do seu olhar
Nunca deixe de sorrir
Meu anjo lindo e
Nunca deixe de sorrir
Nunca deixe de sorrir ...

RVM